|| Blog do Julio ||

Dan the Man

Posted in Animação, Humor, Jogos, Vídeos by Julio Dias on 25/04/2010

Dan the Man é uma animação muito divertida, produzida pelo Studio Joho, que mostra como é dura a realidade do mundo dos jogos de plataforma.

Anúncios

Braid

Posted in Jogos by Julio Dias on 16/10/2009

Afirmo com toda certeza: Braid é o melhor game que  joguei em toda a minha vida! E ainda acrescento: Se você é amante de jogos de plataforma este será , inevitavelmente, o melhor jogo que você terá posto suas mãos. Não, caro leitor, não é exagero de minha parte, Braid é tudo isso e muito mais! OK, talvez seja um relato um tanto quanto exagerado/apaixonado de minha parte, entretanto, é muito difícil não simpatizar com a busca incessante de Tim à sua Princesa.

A primeira coisa que se deve saber sobre Braid, caso nunca tenha ouvido falar nada a respeito, é que não se trata de um jogo no qual você irá simplesmente matar seus inimigos e passar de fase em fase; muito mais do que isso: é uma experiência. O jogo em si tem um conceito “didático” por trás, isto é, o autor teve a intenção de transmitir algo a mais ao jogador: Jonathan Blow, criador do jogo, é um crítico de games ao estilo “pé na porta e tapa na cara” como “Doom”, por exemplo, que não ensina nada a quem joga.

Além do tal conceito – e de inúmeras referências encontradas ao longos dos Mundos que você tem de explorar –  o game tem um visual muito bonito! A estética é muito bem elaborada; um trabalho de arte sensacional. É praticamente uma aquarela tomando vida e se movimentando diante de seus olhos. Fora a trilha sonora, muito bem arranjada, que consegue guiar o jogador por vários sensações como refrigerio, angustia ou tensão, conforme o desenrolar de sua estadia nos Mundos na medida certa: experimente jogar com o volume bem alto!

Outro ponto bem interessante, é que no decorrer de sua aventura, você tem a possibilidade “rebobinar” suas ações. Não há game over, muito menos continue: qualquer erro poderá imediatamente ser desfeito, com o uso deste recurso. Com o passar das fases, você percebera que será necessário saber conciliar essa função para conquistar determinadas peças dos quebra-cabeças.

Sabendo que o jogo tem uma proposta diferenciada, um design extremamente elaborado, uma trilha sonora de qualidade e que há um recurso de voltar no tempo, o que torna a jogabilidade bem interessante, podemos dar uma pincelada sobre enredo. Muito se engana quem “vende” Braid como uma copia de Super Mario. Apesar do herói da trama, o jovem Tim, estar em busca de sua Princesa raptada por um “monstro”, a dinâmica e o desenrolar a história é totalmente diferente dos games do Encanador Italiano da Nintendo. Não pretendo soltar nenhum Spoiler, até mesmo porque ainda não completei todos os puzzles e ainda estou tirando minhas conclusões sobre alguns fragmentos da historia; e convenhamos, é bem mais divertido ir descobrindo sozinho o que realmente se trata essa ”história maluca de idas e vindas no tempo”!

No jogo, você conduz o protagonista em sua missão, resolvendo situações adversas para coletar peças de quebra-cabeças, que irão formar imagens num painel – verdadeiras pinturas – que  lhe ajudarão a entender melhor no que Tim está envolvido. Simples? Não, nem tanto.

Se você gosta de desafios, essa é sua chance de gastar todo seu tutano! Faça o teste você mesmo baixando a Demo (clicando aqui) e divirta-se.

***

trailer:

Site: braid-game.com

100 Jogos em 10 Minutos

Posted in Jogos, Vídeos by Julio Dias on 08/09/2009

Um passeio de 10 minutos por 100 jogos do bom e velho SNES.

Sempre gostei dos jogos da Nintendo por serem, ao meu ver, muito mais lúdicos e divertidos de se jogar com amigos. Pena que meu video game jaz quebrado… ainda bem que inventaram os emuladores.

Vadrum Meets Super Mario Bros 3

Posted in Jogos, Música, Vídeos by Julio Dias on 29/05/2009

Sensacional esse batera italiano, Andrea Vadrucci!

http://www.andreavadrucci.com/